PETI, A PRIMEIRA FILHA DA CRIS

Lembra que uma vez eu tava fazendo vários perfis de gatinhos idosos e seus donos? Então, faz tempo, né? Só pra relembrar, tem o perfil da Claudia e do Cookie, o da Laís e da Pink e o da Adriana e da Lú. Daí que agora vai ter o da Cris e da Peti, mas talvez a Cris me mate  porque acabo de ver que ela me enviou as respostas sobre a sua idosinha APENAS em agosto do ano passado. E eu APENAS até agora não escrevi o texto.

É… meu gato interior, aquele ser preguiçoooooooooso, tem me dominado.

Mas, enfim, vamos falar da Peti, a bebezinha velhinha de 15 anos da Cris, lá de Niterói, RJ. A Cris disse que comprou a Peti, mas que se fosse hoje, adotaria um gato e não compraria. “Cheguei no petshop e vi uma gaiolinha cheia de gatinhas sialatas. Todas fazendo a maior bagunça. A Peti era a que estava no cantinho da gaiola olhando fixamente pra mim. Então, foi a minha escolha (ou será que ela me escolheu?)”. Olha, Cris, acho que a segunda opção é a correta, até porque a gente sabe que não dá pra resistir a esse olhar fixo e pedinte desses nossos babies, né?

A personalidade da Peti? Aquela coisa felina emburradinha mais linda, tipo meu Pam. “Ela só faz o que quer. Só fica no colo quando quer. Se pegá-la à força, ela vai embora emburrada. Se encontra alguém estranho, ela rosna. Não é nem um pouco simpática. Sempre foi assim”. Tem gato que já nasce com personalidade de velhinho, né?

Problemas de saúde? Quase nada. A Cris disse que logo quando trouxe a Peti pra casa da petshop, ela começou a espirrar e ficar com o nariz escorrendo, como se fosse um resfriado. O veterinário diagnosticou como rinotraqueíte, ela foi tratada e ficou novinha em folha. “Pulga ela teve uma vez na vida, quando o vizinho arranjou um cachorro. Deve ter pego no corredor do prédio, numa de suas rondas”.

A Cris não tem cuidados super especiais com ela, além de dar ração de boa qualidade. Ela também é viciadinha em sachê. “Ficou de uns tempos pra cá completamente viciada em sachês de ração. Não pode ver ninguém abrindo a geladeira que já acha que vai ganhar uma porção”. Conheço um laranjão peludo I.GUAL.ZI.NHO.

Se a Cris ama a Peti? Deixa ela responder: “A Peti foi a minha primeira ‘filha’. Hoje tenho dois filhos humanos e a filha felina. Ensino meus filhos a amarem os animais e a Peti é a alegria da casa. Amo demais essa gatinha! É a minha companheirinha, pois sente muito frio e sempre vem se aconchegar nas minhas pernas quando estou enrolada no edredom”.

Alguém aí se identifica?

 

Como que não ama esse zoião azul???

Como que não ama esse zoião azul???

 

A Cris quase não ama...

A Cris quase não ama…

Related posts:

Cristine Correa
cristine@loucosporgatos.com.br
6 Comments
  • Arlete Nunes
    Posted at 18:22h, 19 February

    Olá.
    Tbm quero contar a história da minha Preta sielata angorá, ela está com dez aninhos, se quiser ou puder me diga que eu conto.
    Abraços
    Arlete

  • Laís
    Posted at 18:23h, 19 February

    Que fofura!!! Nem parece que já tem toda essa idade! Eu adoro quando um animal vem antes dos irmãos humanos e todos crescem juntos! Reparou que ela tem um dentinho de vampirinha na 1ª foto???
    Beijos

  • Cris
    Posted at 18:24h, 19 February

    Eu e Peti adoramos! Obrigada!

  • Marilia
    Posted at 06:11h, 20 February

    Ai que fofaaaaaaaaaaaaaaaaa!

  • Gata Lili
    Posted at 04:14h, 27 March

    Muito fofo o zoião azul! Tudibom!

  • Marcondes Dominice
    Posted at 10:05h, 04 July

    Preciso de ajuda o mas rapido possivel
    minha gata da estranhando os filhos
    ta rosnando pra eles
    os filhotes tem 4 meses de vida
    da pena de v eles comedo da mes.
    não sei o que fazer!!!!!

Post A Comment